Desabafos Vida de mãe e profissional

A 1ª noite longe dela

4 de novembro de 2014

Que eu não seja mal interpretada, por favor! Que eu não seja chamada de exagerada ou algo parecido! Mas a sensação era a de que eu não amanheceria! Em Belo Horizonte, no dia 03 de novembro deste ano, dia em que ela completava 1ano e 5 meses…

Eu precisava ir! Uma nova especialização, necessária para o meu trabalho! Meu lado profissional se orgulhava de mais uma etapa conquistada! Selecionada para mais um curso! Novos saberes e conhecimentos, troca de experiências, novos colegas… Meu lado mãe dizia: “Não! Não vá!” Como foi difícil decidir… E depois de decidido, como é difícil continuar!Aos 45 minutos do 2º tempo, resolvi enfrentar esse desafio! E a partir daí, mil coisas a serem feitas! Sair de casa, mesmo que seja por dois dias e uma noite, requer muito trabalho! Deixar a casa em ordem para que a sua ausência não afete tanto o dia a dia da sua família é primordial… E dá trabalho! Muito trabalho! Enfim, fui!

Durante o dia, a vida seguiu! Apresentação dos colegas, tutores e professores, boas vindas ao curso, disponibilização dos materiais… Que delícia!!! “Seja bem vinda de volta à vida de estudante mamãe!!!” Vida que eu tanto gosto! Terminado o 1º dia de curso, fizemos um lanche no shopping (eu e uma amiga), demos uma passeada rápida por lá (e ainda assim eu consegui comprar mil coisas para a minha princesinha) rsrs… e fomos para o hotel! Não posso deixar de dizer que, ao longo do dia, recebi algumas fotos da minha pequena e meu ?? se acalmava, pois eu via que ela estava muito bem… Sempre risonha e linda!

No hotel…Pronto! Eu já sabia o que me esperava! Ainda no shopping, meu coração já dava indícios do que eu ia vivenciar quando chegasse no hotel e começasse a me preparar para dormir! E assim aconteceu… De banho tomado, me deitei na cama e fui imediatamente invadida por um sentimento de dor e angústia! Sensação de um vazio enorme no peito! E acreditem, até uma leve falta de ar… Precisei me sentar na beirada da cama para tentar respirar melhor! Ela não estava no quarto ao lado! Era o que vinha na minha cabeça a todo momento! E de uma forma cada vez mais gritante! Rezei… Me deitei novamente, tentando pensar em outras coisas, pedindo à Deus que me fizesse dormir o mais rapidamente possível, mas o sono não vinha! Meus companheiros, nessa noite interminável, foram a dor, o vazio no peito, a saudade, o aperto no coração! Rezei novamente… Era o que eu podia fazer naquele momento! E era o que me fazia continuar ali, numa luta quase que incontrolável com a vontade de sair correndo, atrás de um primeiro taxista que pudesse me trazer de volta para a casa! Foram longas horas rolando de um lado para o outro, buscando o ar e tentando minimizar a sensação de que eu não amanheceria! 2º dia de curso! Voltei para a Escola de Saúde Pública! E é claro, com novas fotos da minha pequenina chegando no meu i phone! É vida que segue! Eu voltaria para a casa, para os braços dos meus! Eu seria dela novamente… Por completo! Confesso que não fiquei durante todo o tempo no 2º dia! Logo depois do almoço, corri pra minha terrinha! Se eu ficasse até o final, seria mais um dia sem ver Luana… Ela dorme cedo! E eu não suportaria… Seria impossível!!!

Gente, eu tentei colocar aqui tudo o que senti nesses dois dias, segunda e terça! Como sempre digo, o teclado ainda não é capaz o suficiente de absorver tanto sentimento e emoção, mas acho que da pra perceber um pouquinho do que vivenciei… Se me conhecem, sabem que eu precisava escrever!
Beijinhos,
Tati Carvalho

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Tanêssa 4 de novembro de 2014 at 20:52

    Curiosa pra saber como foi o reencontro! !!!!!

  • Leave a Reply