Desenvolvimento Filhos

Saúde bucal do bebê – uma entrevista fantástica com uma odontopediatra

23 de outubro de 2014

Hoje trago pra vocês informações de tão grande importância – saúde bucal do bebê e da criança! Como digo na maioria dos meus posts, por mais que busquemos informações através das leituras e pesquisas, no dia a dia, vez ou outra, nos vemos de frente a algumas dúvidas, não é mesmo? Então… trago pra vocês uma entrevista sensacional com a Odontopediatra Acyla Mara Meneghini Milagres, cirurgiã-dentista renomada em nossa região! São 7 perguntas com respostas bem esclarecedoras! Vale a pena parar para dar uma lida! Vamos lá!!!

“1 – É verdade que os cuidados com a saúde bucal do bebê devem se iniciar ainda quando a mamãe está grávida? Se sim, o que ela deve fazer? Como ela deve se comportar durante a gestação para que o seu bebê não seja prejudicado? 

Sim. É verdade! A futura mamãe deve cuidar da sua saúde de forma geral! Alimentação saudável  (evitar os doces), rotina alimentar e higiene bucal. Tanto a mamãe quanto os demais membros da família devem receber cuidados profissionais freqüentes para manter a saúde bucal em níveis ótimos. 
2 – Deve-se realizar a limpeza na boca do bebê mesmo antes de aparecer o primeiro dentinho? Como deve ser essa limpeza? 
Sim. A limpeza da boca do bebê pode ser realizada utilizando-se um tecido macio umedecido em água filtrada. 
3 – E a escovação? Como deve ser? Qual o tipo de escova e creme dental podem ser usados? 
Após o irrompimento do primeiro dente é muito importante a higienização e o ideal é que a mãe já tenha sido orientada e preparada para realizar a higienização bucal, evitando que a criança durma sem essa limpeza! Podem ser utilizados tecido macio seco ou umedecido em água filtrada, dedeira de silicone ou escova dental com cerdas macias. Após os 14 meses, quando inicia-se a erupção dos primeiros molares, introduz-se o uso da escova dental com cerdas macias e tamanho adequado à boca do bebê. A exposição ótima de flúor é importante para toda criança, porém recomenda-se a precaução no uso de qualquer produto contendo flúor. Os pais devem ser ORIENTADOS e TREINADOS pelo profissional qualificado para o controle da quantidade de creme dental. 
4 – A limpeza bucal também deve ser realizada  no bebê amamentado exclusivamente no peito até os 6 meses de idade? 
Sim. Uma vez por dia, antes de erupcionar os primeiros dentinhos. 
5 – Em relação às mamadeiras e chupetas, é verdade que elas podem prejudicar a saúde bucal da criança? O que pode acontecer?
Em nossa tradição cultural a mamadeira é o principal veículo de ingestão de alimentos cariogênicos (alimentos que tem capacidade de produzir cárie). Uma forte relação entre a presença de lesões de cárie e o uso de mamadeira tem sido demonstrada, principalmente se associada ao sono, mesmo em crianças que recebem acompanhamento e intervenção odontológica constante. Portanto, o uso da mamadeira não deve ser estimulado. Se necessário for, deve ser limitado ao primeiro ano de vida e ser apenas um veículo para o aleitamento artificial, e nunca associado ao sono. Outros líquidos como água, suco e chá devem ser oferecidos no copo. 
O hábito de sucção de dedos e chupeta são considerados normais em bebês e crianças bem pequenas, e está associado à necessidade de satisfação afetiva e segurança! É aconselhável evitar a oferta da chupeta nos primeiros dias de vida, para que a amamentação natural aconteça.  A sucção da chupeta pode ser causa de desmame precoce e também pode provocar alterações de posição nos dentes e alterações de função nos músculos em longo prazo, levando alguns profissionais a recomendarem que a idade limite para a retirada da chupeta seja de 3 anos e outros de 2 anos. 
6 – Qual a hora certa para se levar o bebê ao dentista? E com que frequência devem ser essas visitas? 
Recomenda-se uma avaliação por um profissional qualificado até o sexto mês de vida. Este profissional determinará a frequência da consulta para manutenção preventiva de acordo com a necessidade de cada criança. 
7 – Fale sobre outros cuidados que as mamães e papais podem ter para cuidar da saúde bucal do bebê e das crianças, por exemplo, cuidados em relação à alimentação.
As orientações dietéticas para prevenção de cáries em bebês são: 
* aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida 
* alerta sobre os perigos da alimentação noturna após a erupção dental
* evitar o uso do açúcar nos primeiros dois anos de vida (o padrão de consumo de açúcar é estabelecido precocemente)
* controlar o consumo de refrigerantes, sucos adoçados, biscoitos, chocolates, etc… 
Os hábitos de dieta e higiene precocemente estabelecidos tendem a permanecer durante toda a vida. A família deve ser o exemplo para a criança adotar uma alimentação saudável e a ter o hábito de higiene bucal. Toda criança, aos seis meses de idade, já deve ter sido avaliada em relação à saúde bucal pelos serviços de atenção à saúde ou por profissionais de saúde qualificados.”
E aí pessoal? Legal né? Nossa entrevistada usou como fonte de pesquisa o Manual de Referência para Procedimentos Clínicos em Odontopediatria. Editora Santos
Espero que tenham gostado!
Beijinhos,
Tati Carvalho

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Antonio Romulo Jr. 28 de outubro de 2014 at 12:23

    Muito boa e útil essa entrevista. Ahhh e seu blog não está só para mamães não viu? O papai aqui está adorando as postagens!!! bjinho

    • Reply Tati Carvalho 28 de outubro de 2014 at 19:10

      Que bom Toninho!!! Fico feliz por isso! Espero que esteja sempre por aqui! Beijinhos!

    Leave a Reply