Desenvolvimento Filhos

Vamos falar sobre a natação para os bebês e para as crianças?

13 de outubro de 2014
Luana na sua aula de natação

Luana na sua aula de natação

Hoje estou trazendo pra vocês uma entrevista com um profissional na área de educação física! Há tempos estou lendo sobre o assunto – natação para bebês – justamente por achar ser uma atividade excelente para os nosso pequenos! E como todos os assuntos relacionados ao tema, muitas vezes surgem muitas dúvidas, que nos trazem insegurança! E aí pensamos: levo ou não levo para a natação? rsrs… Então, corri atrás de alguém que pudesse nos esclarecer todas as dúvidas! E vou logo avisando, a entrevista ficou show! Bastante esclarecedora e informativa! Logo abaixo! Confiram…

“1 – Sabemos que a natação é uma atividade bastante indicada para os bebês e para as crianças em geral. Qual a idade mais adequada para se iniciar a natação? A idade mais adequada para se iniciar é a partir dos 6 meses de vida, porque depois dos 9 meses os bebês perdem uma série de reflexos inatos muito úteis para a natação. O objetivo da natação é familiarizar as crianças ao meio aquático, trazendo benefícios nas habilidades físicas e na capacidade respiratória.
2 – Com que frequência as aulas devem ser realizadas e com que duração?
A frequência das aulas é de 2 a 3 vezes na semana e a duração deve ser a seguinte: para os bebês, 30 minutos e para crianças a partir de 2 anos, 45 minutos. Aulas com uma duração maior de tempo podem deixar as crianças irritadas, cansadas e sem paciência.
3 – Fale um pouquinho sobre os benefícios que a natação pode trazer aos bebês e como isso pode influenciar na vida deles.
Os benefícios da natação para os bebês são: autoconfiança para lidarem com quaisquer ambientes aquáticos, trabalhando a sobrevivência, melhorando a coordenação, o equilíbrio, a força muscular, a capacidade respiratória, propiciando relaxamento, ganho de apetite e melhor qualidade de sono.
4 – Quais são os cuidados que os pais devem tomar antes de levarem seus filhos para a prática da atividade?
Recomendações (cuidados) para evitar qualquer problema:
A) Com os bebês: Não dar-lhes banho com sabão antes e depois da aula (o que vale também para os pais que entram na piscina com os filhos). Isso pode tirar a proteção da pele. Não levá-los à natação caso estejam com diarréia, resfriados ou com alguma outra doença. A imunidade é conquistada a cada aula, mas se ela estiver baixa, só vai piorar o que a criança está sentindo. Alimentação deve ser feita com 1 hora de antecedência. Para os bebês com problemas de pele, o pediatra deve ser consultado antes da prática.
B) Com a piscina: Avaliar o serviço do profissional de educação física, a higienização da piscina e a temperatura da água. Temperatura ideal da água é de 30° a 32°.
DICAS:
? Caso a piscina não seja muito perto da sua casa, leve uma mamadeira ou um lanchinho ou amamente o bebê depois da brincadeira na água — natação deixa os bebês com fome!
? As academias já têm brinquedos para os bebês, mas, se você for a outro tipo de piscina, leve os brinquedos de banho preferidos do seu filho.
? Outro ponto importante seria a fralda especial para uso em piscinas, mas ela não é obrigatória. As fraldas descartáveis comuns “incham” no contato com a água, atrapalhando os movimentos do bebê.
5 – É comum os bebês apresentarem sinais de alergia? E em relação ao ouvido? Há necessidade de se usar tampão? ???????
Não é tão comum os bebês apresentarem sinais de alergia na pele, mas, vai depender de cada bebê (individualidade biológica), de sua predisposição ao contato com a água e dos cuidados que os pais tem com o bebê. Ocorrendo tais sintomas, o pediatra deve ser consultado. Conhecer sobre protocolos e métodos de desinfecção menos irritantes da água da piscina é bastante interessante.
Em relação ao ouvido, algumas crianças de até quatro anos podem ter uma otite por ano. Os cuidados são de grande importância para não obter a inflamação com a prática da natação. Não há necessidade de usar tampões, mas se for pra proteger o aparelho auditivo de crianças que apresentam otites, não vejo problema. Secar bem o ouvido da criança, de preferência com um pano no dedo e não cotonetes, o cotonete pode ferir o conduto auditivo provocando uma inflamação.
Resumindo, os vírus são facilmente transmitidos nesses ambientes (escola, creches, piscinas) e os menores de dois anos ainda estão com o sistema imunológico imaturo, ficando vulneráveis. Portanto, a otite pode ser adquirida em qualquer lugar.
6 – Quais são os cuidados que os pais devem tomar para retirar os bebês da piscina? Evitar choque térmico – agasalhar ao sair da água, secar bem as partes com menos ventilação no corpo e conferir se o bebê apresenta secreção e alguma vermelhidão na pele ou no ouvido.

7 – A natação é contra-indicada em determinados casos? Se sim, quais são esses casos?

Bebês e crianças com otites, sinusites ou rinites crônicas devem recorrer ao aconselhamento profissional (pediatras) antes de optar pela prática da natação, sendo importante o recurso a protetores. 

8 – A partir de que idade as crianças já podem fazer as aulas sozinhas?

Os bebês e as crianças podem fazer as aulas de natação sozinhas, desde que se conheça os métodos oferecidos pela academia aquática (número de alunos por turma, número de profissionais por aula). Um método utilizado atualmente, devido à falta da presença dos pais (trabalho) ou por opção, é a contratação de um serviço de Personal Trainer. Esse serviço tem por finalidade acompanhar o bebê ou a criança no seu desenvolvimento (parte motora e respiratória), facilitando um melhor aprendizado para o seu filho, com capacidade de atingir seus objetivos em menor tempo e com maior segurança, além do aumento do incentivo para a prática, acarretando uma melhor qualidade de vida para o seu bebê/criança.
E aí pessoal? Legal né? Espero que tenham gostado!
O entrevistado de hoje foi o Robson Carvalho, formado em educação física (Bacharelado e Licenciatura) – Especialista em Treinamento Desportivo.
Área de atuação: Personal Trainer de Natação e Musculação.

Beijinhos,

Tati Carvalho

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply Aninha 14 de outubro de 2014 at 08:26

    Adorei!Já estou doida p colocar o Rafael na natação ,até pq aqui em Goiânia é muito quente.

  • Reply Tati Carvalho 14 de outubro de 2014 at 20:48

    Isso mesmo Aninha! Luana entrou, mas só agora! Podia ter levado antes… Ele vai adorar!!! Obrigada por estar aqui novamente!!! Beijinhos…

  • Reply Tanessa 15 de outubro de 2014 at 08:06

    O Pedro também ama a natação e além de ser uma atividade boa pra eles, acho que tb pode ser considerado uma brincadeira pq eles fazem a festa na piscina!!!!!!

    • Reply Tati Carvalho 15 de outubro de 2014 at 21:28

      E além de amar, cuida da priminha! Parece que Luana ficou bem melhor dessa última vez né? Fiquei feliz! Amanhã tem mais!

      • Reply Maria Carmen Julio Resende 27 de outubro de 2014 at 20:44

        A natação faz muitíssimo bem para as crianças. Inúmeros são os seus benefícios, como nos informou através da entrevista: Robson Carvalho, formado em educação física (Bacharelado e Licenciatura) – Especialista em Treinamento Desportivo.
        Área de atuação: Personal Trainer de Natação e Musculação.
        Além do desenvolvimento físico, emocional, social, a criança é auxiliada a exercer aprende noções disciplinares. Fica apta a interagir com os professores, com os amiguinhos, com o ambiente. É gratificante perceber a mudança que ocorre passo a passo. A água ajuda a criança a se soltar, a relaxar. Em relação ao Pedro percebo o carinho e a preocupação para com a priminha. Eles vão de mãos dadas para a academia. Os dois ficaram muito amigos. ‘
        Valeu Tatiana por essa informação em relação a natação. Valeu por você ter colocado a Luana, aderindo a sugestão da Tanêssa. Aliás você sempre me impressionou por essa capacidade enorme em aderir a fala de outa pessoa. Acredito que pessoas inteligentes fazem uso do método “Ver – Julgar – Agir”.

  • Reply Tati Carvalho 28 de outubro de 2014 at 19:15

    É isso aí mãezinha! Com certeza, a natação traz inúmeros benefícios! E minha pequena não podia ficar fora dessa né?! rsrs… Obrigada pelo lindo comentário! Mais uma vez, vc enriquecendo esse meu espaço!

  • Leave a Reply