Amamentação Cuidados com o recém-nascido Filhos

Amamentação – uma realidade indescritível

10 de setembro de 2014

Sim! Eu ainda sinto a boquinha da minha princesa no meu peito! E até hoje, quando me lembro, me sinto toda arrepiada! Foram 13 meses de amamentação! Exatamente 13 meses! Nos seis primeiros meses de sua vida, amamentação exclusiva! Aliás, quase 7 meses, (eu ficava louca só de pensar que ela teria outras fontes de alimento, que não a minha). Bem, loucuras à parte, vamos voltar ao assunto! Eu achava o máximo! Como pode???? Seis meses somente com o leite materno! Chega a ser inacreditável né gente? Mas tenho que confessar uma coisa: que não me critiquem os defensores do método, mas eu não oferecia o peito em livre demanda, como escutamos muito por aí! É claro que em seus primeiros dias, até que ela se adaptasse a sua rotina sim, mas aos poucos ela foi se enquadrando nos horários estabelecidos e então só mamava de 3 em 3 horas! Às vezes, meia horinha antes ou meia horinha depois! Aqui entra a tão discutida flexibilidade! Aos 7 meses incluí as frutas e, aos poucos, a papinha salgada (sem sal) e, claro, não parei com a amamentação! Nesta fase, ela mamava somente durante as manhãs, quando acordava, e durante a noite, às 19h, antes de dormir! E assim foi até o décimo mês… Do décimo mês ao décimo terceiro mês mamava somente antes de dormir! Eu já havia deixado somente pão, manteiga e frutas (suco) ou leite de saquinho fervido em seu café da manhã. Fazer a retirada dessas mamadas não foi nada difícil. Acredito que tenha sido pelo fato de nunca ter deixado que ela fizesse o meu peito de chupeta! Ela só o tinha para se alimentar, quando estava com fome! E, claro, para receber todo o meu carinho, afeto e proteção – o pacotinho que vem juntinho da amamentação! rsrs… Pronto! Agora a mamada da noite (19h). Como tirar? Já que ela estava associada à rotina de ir para o berço! Fiquei um pouco amedrontada, pois já tive contato com mães que sofreram muito para desmamar seus filhotes… eu não queria passar por isso! E achava que se eu deixasse passar mais tempo, poderia ser mais difícil! Então, decisão tomada: vamos retirar a mamada da noite! Que decisão difícil! O meu coração não pedia isso de jeito nenhum! Mas a minha razão dizia “Tati, depois pode ser bem mais complicado! Luana já está grandinha! É melhor desmamar.” Enfim, muito receosa de ter dificuldades futuramente retirei a mamada da noite! Se foi difícil???? De jeito nenhum! Antes de subir com ela para deixá-la em seu berço, íamos para a cozinha e ela se alimentava – pão, leite, frutas, iogurte… Eu variava os lanchinhos! Isso, por volta de 19h, lembrando que às 17:30h ela jantava todos os dias! Já no seu quarto, para dormir, fazia exatamente como quando ela mamava! Sentada, numa posição adequada para a amamentação, com ela nos meus braços, envolta como se fosse mamar! Não retirei de cara esse colo que a gente da quando amamenta! Ela ficava um tempinho comigo, só me olhando… Eu cantava baixinho, junto com a musiquinha de dormir (sempre havia), acariciava seus cabelos até que ela ficasse um pouco sonolenta! E aí eu a levava para o berço! Havia dias que dormia logo em seguida, mas havia dias que pedia o meu colo novamente! E eu repetia todo o processo! Assim fiz até que ela aceitasse ir para o berço completamente acordada como fazia anteriormente, depois que mamava! E não levou muito tempo, acho que uns 20 dias! Luana desde cedo aprendeu a dormir sozinha! Um dia ainda vou contar como consegui essa proeza! rsrs… Isso sim foi um pouquinho difícil! Bem, a verdade é que cabeça de mãe é muito louca mesmo! Vi que foi muito fácil desmamar a Luana e então vou fazer mais uma confissão: me sinto um pouco chateada de ter tirado o peito aos 13 meses de vida dela! Foi tão fácil! O medo das dificuldades que poderiam surgir não se justificou! Já me peguei chorando algumas vezes ao me deitar, depois de tê-la colocado no berço! Umas 3 vezes, pra ser mais exata… E ainda, já tentei dar de mamar de novo pra ela (ainda tenho leite), mas ela não quis! Me olhou com uma carinha tipo assim: “Que isso mamãe, ta doida?!” rsrs… E eu??? Chorei! Claro…

É isso gente!!! Queria deixar pra vocês um pouquinho da nossa história! Queria mostrar o quanto é emocionante a arte de amamentar! Ter a chance de vivenciar isso é um presente de Deus!

Beijinhos,

Tati Carvalho

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Aninha 11 de setembro de 2014 at 11:23

    Parabéns Tati,o post é maravilhoso e acho q vai me ajudar bastante com o Rafael!Agora,vc poderia postar como conseguiu fazê-la dormir sozinha e a noite toda,isso tb vai ajudar muuuuito!kkkk Bjos Aninha

    • Reply Tati Carvalho 11 de setembro de 2014 at 12:04

      Oi Aninha! Feliz por ver vc aqui! Então… Ainda vou contar sim! Não foi fácil, mas deu certo! Desde os 3 meses e meio/4 meses Luana vai para o berço acordada, dorme sozinha e durante toda a noite! Um alívio p nós mamães! rsrs… Acompanhe o blog! Já já eu conto!

    Leave a Reply